Gestão Enfoco: Como utilizar a análise SWOT para se planejar melhor

Uma coisa é certa. Nos dias atuais, é inaceitável que uma fazenda não seja vista como uma empresa.

A redução das margens da atividade e a necessidade crescente de um modelo de produção em escala exige que a fazenda, seja ela produtora de carne ou leite, tenha planejamento, gestão e controle, da mesma forma que acontece nas grandes organizações. Um bom planejamento estratégico permitirá ao produtor aproveitar melhor os recursos disponíveis na fazenda, assim como, reagir mais rapidamente frente às incertezas do mercado e às adversidades (ex: climáticas) que surgirem em seu caminho.

Como diria um grande amigo meu: “se não sabemos para onde ir, como seguir o melhor caminho? ”, nesse caso: o caminho do sucesso, do lucro e da produtividade.

No entanto, de nada adianta elaborar um bom planejamento, se ele não for condizente com a realidade da fazenda. Por exemplo: definir um programa de suplementação intensiva, sendo que a fazenda não apresenta estrutura de cocho, ou ainda; adubar as pastagens, sem mão de obra treinada para manejar os pastos. Dito isso, antes de iniciar o planejamento anual da fazenda, precisamos conhecer muito bem a realidade porteira a dentro para então pontuar as ações em cada uma das fases produtivas.

Nesse caso, uma ferramenta muito utilizada em administração de empresas e que pode ser utilizada antes mesmo de iniciar o planejamento estratégico anual, é a análise SWOT. Criada na década de 60 por professores da universidade de Stanford, a partir de informações das 500 maiores empresas dos Estados Unidos, essa ferramenta tem como objetivo analisar os pontos fortes (Strengths) e fracos (Weaknesses), assim como as oportunidades (Opportunities) e ameaças (Threats) de determinado negócio, para que em seguida, o empreendedor possa organizar um plano de ação para reduzir os riscos e aumentar as chances de sucesso da empresa. Na prática, é uma ferramenta muito útil, pois permite que a fazenda seja avaliada sob diversas perspectivas, de forma simples, objetiva e propositiva.

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

Seu uso é relativamente simples, no entanto, deve-se ter um critério rigoroso quanto à identificação dos pontos fortes e fracos da fazenda, das oportunidades mais vantajosas e das ameaças mais importantes. Podemos assumir como pontos fortes e fracos as características internas da fazenda, como: estrutura, mão de obra, caixa, fertilidade do solo, etc. Já as oportunidades e ameaças são relacionadas a fatores externos. Em relação as ameaças, podemos citar: uma seca severa ou risco de geada, queda de preços do mercado, surto de determinada doença, entre outros fatores. Por outro lado, sempre existirá a oportunidade de fazer uma ação oposta, como: adubação da pastagem, uma negociação diferenciada, uso de tecnologia, realizar treinamentos para equipe, etc.

Listados os fatores, devemos utilizar todos nossos esforços para potencializar as oportunidades ou então minimizar as ameaças. Identificando as fraquezas, podemos criar um plano de ação para que ele se torne uma força, ou então, para evitar que uma fraqueza potencialize uma eventual ameaça, permitindo que ela se torne uma realidade e, nesse sentido, as forças devem ser utilizadas para inibir as ameaças.

Ao propor as ações que devem ser implementadas, cumprindo o que foi listado acima, estamos definindo as etapas do nosso plano de ação.

Lembre-se:

A principal falha no uso da análise SWOT é supor que o preenchimento dos quadrantes será suficiente, quando na verdade, é apenas o começo. Depois do preenchimento, é preciso analisar o que a fazenda poderá (ou deverá) fazer para aproveitar seus pontos fortes e as oportunidades, corrigir seus pontos fracos e tentar extinguir ou minimizar o efeito das potenciais ameaças. Em outras palavras, é necessário um plano de ação.

Agroceres Multimix. Muito Mais que Nutrição.

Matheus Moretti

Matheus Moretti

Matheus Moretti é Gestor Técnico de bovinos de corte na Agroceres Multimix

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


4 + = 12