LactAção: Avaliando a saúde dos cascos pelo escore de locomoção

Nos dias atuais, uma fazenda eficiente não pode se dar ao luxo de não possuir um programa de monitoramento de mastite e da saúde dos cascos. Não somente devido aos custos de ordem sanitária, mas também pela diminuição da produção, que pode chegar a 40% de queda; 15 – 38% de efeitos negativos na reprodução e; elevação da taxa de descarte em 8 vezes, nas vacas com problemas de casco a partir do escore 3.

Um programa de controle da saúde dos cascos deve apresentar uma abordagem estruturada, começando por um bom escore de locomoção e, posteriormente, uma avaliação das lesões. Com isso, estabelecemos os protocolos de tratamento e prevenção. Nesta primeira abordagem, conversaremos sobre a utilização de um sistema de pontuação para obtermos um parâmetro de avaliação.

Através de um estudo sobre o movimento de vacas, pesquisadores da Universidade Britânica de Columbia desenvolveram um sistema de escore de locomoção, baseado em observações detalhadas do movimento dos animais. O sistema utiliza sete comportamentos de movimentação em um sistema de pontuação de cinco categorias. Sua realização deve ser feita no rebanho a cada 2 – 4 meses. É importante manter sempre as mesmas pessoas na equipe durante a realização da avaliação, para não ocorrer falhas de interpretação.

1Relutância em suportar o peso: Observamos se o animal está favorecendo algum membro. Espera-se que os animais livres de lesões tenham peso distribuído uniformemente sobre os quatro membros. Havendo alguma lesão, a vaca não conseguirá colocar todo o seu peso sobre o casco afetado. Com isso, o animal se locomove um pouco mais lentamente do que os demais;

2Passos assimétricos: Há um ritmo para a colocação dos membros. Um animal sem lesões coloca seus cascos em uma forma “1,2,3,4”, mas quando há uma lesão, ocorre um apoio irregular – “1,2… 3,4”;

3Acompanhamento: Refere-se à proximidade dos cascos posteriores em relação aos anteriores. Um animal sem injúria colocará seu casco traseiro na trilha de seu casco dianteiro.

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

Os cascos traseiros de animais com lesões muitas vezes ficam aquém da pista onde os cascos da frente foram colocados;

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

4Inclinação da cabeça: A cabeça se movimenta quando o animal caminha, mas as vacas com lesões, muitas vezes, têm movimentos da cabeça “para cima e para baixo” quando se locomovem;

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

5Flexão da articulação do membro: Espera-se que os animais sem lesões flexionem e estendam os membros através da amplitude normal do movimento. Quando há alguma lesão, esses movimentos ficam mais limitados em sua amplitude;

6Abertura: Refere-se ao quanto as patas traseiras alcançam para fora do corpo. Animais sem lesões se movem em uma linha reta, já as vacas com lesões, articulam suas pernas para fora em um movimento circular;

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

7Linha de dorso: Animal saudável apresenta sua linha de dorso plana, enquanto que, ao apresentar alguma lesão, tendem a arquear essa linha.

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

 

Nutrição Animal - Agroceres Multimix

O objetivo da classificação por escore de locomoção, além de avaliar a prevalência de manqueira no rebanho, é identificar as vacas com escore 2 (manqueira moderada – candidatas para o casqueamento preventivo), e promover ações para que esses animais não cheguem a um maior escore (3 a 5, manqueira moderada a severa, candidatas ra tratamento). O escore de locomoção auxilia na identificação prévia de problemas de casco, antes que eles se tornem graves e tragam grandes prejuízos para o produtor.

No próximo artigo da coluna LactAção, iremos classificar as principais lesões que podem afetar nossos rebanhos.

Agroceres Multimix. Muito Mais que Nutrição.

Carlos Giovani Pancoti

Carlos Giovani Pancoti

Carlos Giovani Pancoti é nutricionista de bovinos de leite da Agroceres Multimix

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR...

1 Comentário

  1. Excelente artigo! Simples, de fácil compreensão e extremamente aplicável a nível de campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


4 + = 6